Cansei de me arrepender

Cansei de me arrepender, mas quem não cansou não é? Às vezes me pego imaginando como teria sido se eu tivesse dito sim, em vez de ter dito aquele não que até hoje eu sinto. Eu não queria ter tomado umas decisões erradas que acabei tomando, mas quem queria não é? Às vezes penso na mensagem enviada, na porta aberta e no espaço criado. Mas não faz diferença, pelo sim ou pelo não, eu sobrevivi. (mais…)

Parece que eu gosto de você

Parece que eu gosto de você. Quer dizer, gosto de verdade. Eu penso em você mais do que eu deveria – e olha que eu tenho a mente sempre cheia de dramas. Eu tenho muito pra fazer, entende? Tenho algumas pontas soltas pra amarrar, textos pra finalizar, uma auto estima pra cuidar, áudios gigantes das amigas e emails pra responder. E parece que você tá roubando o espaço do meu drama diário, sabe? (mais…)

Esse texto tem nome

Esse texto tem nome e é seu. Mas que diferença faz? Eu nunca poderei escrever ou jogar para o universo tudo o que eu quero que você saiba. Sempre pensei que pessoas importantes merecem saber que são importantes, mas esse não é o caso. Não questiono a sua importância, mas sim a minha verdade. (mais…)

Eu sei que sou muito

Eu sei que sou muito. Sei que não é fácil me prometer um sim eterno quando te faço enfrentar o meu caos. Eu me afasto quando me sinto vulnerável – e isso acontece o tempo inteiro. E é por isso que eu entendo a frustração que fica entre a gente. Eu sei bem as consequências dos meus dramas. Eu sei que sou muito, mas nunca quis ser barreira. (mais…)

Estou aprendendo a pegar leve

Estou aprendendo a pegar leve. Não é fácil, mas é necessário. Precisei aprender a pegar leve comigo mesma pra entender que eu não preciso riscar todos os itens da minha lista de afazeres ao final do dia. Resolvi parar de me pressionar pra dominar o mundo todos os dias antes de dormir, sabe? E aprendi que, de vez e sempre, todo o peso que eu sinto é minha responsabilidade. (mais…)

Talvez seja por isso que a gente se magoa no final do dia

Talvez seja por isso que a gente se magoa no final do dia, sabe? Quando chegamos em casa e lembramos de tudo o que não fizemos. Quando sentimos o peso de tudo o que deixamos pra depois. E talvez seja por isso que o nosso coração dói, porque nunca estamos prontos. Estamos sempre lutando contra o chefão, no limite e com o tempo acabando, e nunca conseguimos salvar a princesa. (mais…)