Eu preciso me fechar pra balanço

Eu preciso me fechar pra balanço. E não há nada o que você possa fazer a respeito. É coisa minha, sabe? Milhões de tarefas fazem o meu dia passar sem eu nem perceber. Socorro. Como vou conseguir encontrar tudo aquilo que venho procurando se estou no escuro? Sabe como é, pra saber aonde eu estou indo primeiro preciso descobrir onde estou. (mais…)

Mas que bagunça eu fui fazer?

Mas que bagunça eu fui fazer? Sem perceber te trouxe pra minha vida e compartilhei o melhor de mim – ou o que eu pensava que era o melhor. Como peças de Lego espalhadas pelo chão, expus meus dramas e como eu encarava os meus dias. Até hoje não entendo porque abri um espaço, que nunca antes existiu, só pra você entrar, sentar e brincar. (mais…)

Ela era tempestade no meio da calmaria

Ela era tempestade no meio da calmaria. E mesmo que seja clichê, não tem outro jeito de descrever como ela era. Tão intensa e consciente de si mesma. Sempre tentando controlar o tempo e entender como a mente funcionava. Tão apaixonada pela vida e pelos desafios que os dias traziam. Para ela tudo tinha significado. Ela não sabia parar. (mais…)

Quem disse que você é muito?

Quem disse que você é muito? Quem disse que teu jeito de sentir, viver e amar é exagerado? Quem olhou pra você e, em vez de surpreender-se com a sua autenticidade, disse que você deveria ser menos e sentir menos? E o que é isso de ser muito ou pouco? Essas palavras não são adjetivos, como vão descrever alguém? (mais…)

Que pergunta é essa?

Que pergunta é essa? Não tá tudo bem não. Falei que estava só porque é isso que dizemos quando o outro não está mais lá e estamos tentanto manter o que restou da nossa dignidade. Não me pergunta como eu estou e não me dê esse sorriso irônico, você bem sabe que eu tenho uma queda pelo teu sarcasmo.

(mais…)

O que poderia ter sido e não foi

Eu gosto de pensar no que poderia ter sido e não foi. Mesmo que não adiante ou não mude o que aconteceu. Eu gosto dessa brincadeira de me remoer pelo que não tem volta. É assim que a minha cabeça me obriga a seguir em frente – até eu cansar. E somente quando penso no que nunca vamos significar, é que eu entendo o quanto um quase incomoda. (mais…)

Como eu faço pra achar a minha voz?

Como eu faço pra achar a minha voz? Sério, eu sinto que estou gritando mas ninguém consegue me ouvir. Eu faço tanta força pra falar nessa multidão que parece que não tem lugar pra mim. Vai ver é isso, não tem lugar nenhum e eu continuo me esmagando aqui só porque ‘se tá cheio tá bom’. Eu e essa minha mania de tentar me encaixar onde não devo só porque devo.

(mais…)