Eu quero fazer as pazes com o tempo

Eu quero fazer as pazes com o tempo. E para isso preciso assumir essa falta de controle – aquela que eu sempre achei que tinha. Como assim eu não tenho controle algum? Quem disse? Como alguém super acelerada e que não sabe parar, pode fazer as pazes com o tempo? Talvez eu tenha que colocar isso na minha to-do-list. (mais…)

Você não conhece todas as minhas versões

Você não conhece todas as minhas versões. E tudo bem, acredito que temos inúmeras versões de nós mesmos e usamos cada uma conforme necessário. Muitas vezes nem sabemos qual de todas as nossas facetas vai reagir quando a vida bate. E seguimos oscilando com milhões de possibilidades entre o que já sabemos e o que ainda vamos aprender. (mais…)

Eu curto isso de recomeçar

Eu curto isso de recomeçar, de sempre ter mais chances do que normalmente eu me daria. Sabe como é, começar de novo é uma inesgotável fonte de oportunidades. Recomeço é clareza para eu acreditar que nem sempre é comigo, para eu diminuir o meu ego e ver o que está na minha frente pra ser visto, para eu entender que, de qualquer jeito, está tudo bem também. (mais…)

Não deixa chegar naquela hora, ok?

Não deixa chegar naquela hora, ok? Quando o arrependimento já te corroeu e não dá mais pra resolver. Ou quando você já está machucado demais e sabe que o meu curativo não vai fazer diferença. Não seja tão clichê assim pra querer sentir uma saudade amarga em vez de uma presença constante. Eu quero fugir disso tudo, de coisas clichês, previsíveis e tediosas. (mais…)

O blog fez oito anos

O blog fez oito anos essa semana! E depois de muitos altos e baixos, crises de vou deletar tudo, acho que me passei no meu último texto, miga vê pra mim se ficou pesado, preciso arrumar a newsletter, ai meu deus não consigo arrumar a newsletter, finalmente arrumei a newsletter, agora vai, agora não foi, mana me empresta a tua foto pro blog, e assim por diante, achei que ia ser interessante um post comemorativo sobre o blog e toda a poesia que rola aqui. (mais…)

É engraçado isso de seguir em frente

É engraçado isso de seguir em frente. Segue em frente, eles dizem. Deixa isso pra trás, me falaram. Como alguém como eu, viciada em guardar mágoas, segue em frente? Passei tanto tempo tentando descobrir como parar de olhar pra trás, que nem notei quando realmente consegui. Um dia eu acordei e estava leve, não tinha mais bagagem ou, pelo menos, nenhuma bagagem desnecessária. (mais…)