Uma vez Napoleão Bonaparte falou: “as religiões foram feitas por homens”. Sendo assim homens são devotos das criações dos homens, concordam? Da mesma forma como Thomas Edison inventou a lâmpada ou Einstein a teoria da relatividade, algum ser humano um dia teve a brilhante ideia de inventar a religião?

Não acredito que funcione dessa forma. Sempre tivemos fé em alguma coisa, é necessário acreditarmos em algo caso contrário a vida fica sem sentido. Acho completamente impossível colocarmos o crédito da invenção da religião para uma pessoa em específico. Da mesma maneira como acho impossível que ela tenha sido inventada.

As religiões, os hábitos e as crenças em geral são passadas de geração em geração. O fenômeno da socialização explica bem isso. Desta forma o ponto a ser discutido não foi quem fez a religião e sim quem iniciou os hábitos e costumes. Quem foi o primeiro homem a ensinar o filho que existe algo maior do que todos?

Foi tudo criado, inventado. Cada religião afirma como surgiu o seu determinado Deus. Independente de como isso tenha acontecido não devemos misturar religião com fé. Podemos crer fervorosamente e, o mais importante, livremente em algum ser superior ou até divino, sem que para isso estejamos ligados a alguma religião.

Uma pessoa cética é uma pessoa extremamente contraditória. Os céticos afirmam que não acreditam em nada. Mas se eles não acreditam em nada eles já acreditam em alguma coisa. Concordam? É exatamente esse o ponto, não importa no que você acredita e sim que você acredita.

Uma louca que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

7 comments on “A invenção da religião”

  1. Eu a princípio não sou ligada em nenhuma religião e acredito fervorosamente no Todo Poderoso!! Tem gente que afirma que quando vamos a igreja encontramos Deus! Mais para mim, Deus está do meu lado 24 horas ou, 1440 minutos ou, 86400 segundos por dia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *