Estou aprendendo a pegar leve. Não é fácil, mas é necessário. Precisei aprender a pegar leve comigo mesma pra entender que eu não preciso riscar todos os itens da minha lista de afazeres ao final do dia. Resolvi parar de me pressionar pra dominar o mundo todos os dias antes de dormir, sabe? E aprendi que, de vez e sempre, todo o peso que eu sinto é minha responsabilidade.

Estou aprendendo a deixar ser. Fui obrigada, sabe? O que posso fazer, se não for confiar? Então tive que parar de brigar por tudo o que ainda nem aconteceu. Parei de lutar contra o tempo e contra todos os que me olham cobrando resultados e uma vida pronta aos vinte e poucos anos. Simplesmente parei e comecei a deixar ser. Ok, o tic-tac imaginário não cessou, mas todo o resto sim.

Estou aprendendo a não fugir. Depois de anos correndo na direção contrária e me perdendo cada vez mais de mim mesma, simplesmente parei. Até porque chega uma hora em que você tem que voltar para o caminho e seguir em frente. Se for pra andar para trás, é melhor ficar onde estou.

Estou aprendendo a pegar leve
Fonte: We Heart It

Estou aprendendo a aceitar o que eu sou – independente do que isso signifique. Chega uma hora que não é mais uma opção, ou você se ama ou você se ama. Então desviei do meu passado e aprendi a olhar para o futuro que o espelho me mostra. Aceitei todas as minhas incertezas, vacilos e desejos. Aprendi com o meu próprio caos a me entender e saber do que eu realmente preciso.

Estou aprendendo. E isso resume um pouco de tudo, sabe? O que é a vida, se não um eterno aprendizado? E é por isso que finalmente aprendi que preciso continuar aprendendo. E eu só consigo armazenar informações novas, se eu me desapegar de coisas inúteis. Pressão interna e expectativa alheia não vão me levar para lugar algum. Não é contradição, é consciência. Não é arrogância, é vontade de mais.

Uma louca que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

6 comments on “Estou aprendendo a pegar leve”

  1. Estou nesse constante também, aprendendo a pegar leve, aprendendo a não me apegar as coisas e as pessoas, minhas expectativas sempre sempre são frustadas e meu coração esta cansado de ficar se reparando a cada “quebrada” de cara, por isso o “pegar leve” hoje para mim é uma questão de sobrevivência, rs. Rebeca Lindo Texto, suas colocações são perfeitas, Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *