Eu preciso me fechar pra balanço. E não há nada o que você possa fazer a respeito. É coisa minha, sabe? Milhões de tarefas fazem o meu dia passar sem eu nem perceber. Socorro. Como vou conseguir encontrar tudo aquilo que venho procurando se estou no escuro? Sabe como é, pra saber aonde eu estou indo primeiro preciso descobrir onde estou.

Já me falaram que o mais importante é o trajeto, e eu também já pensei assim. Mas sinto que sem consciência não tem caminho algum. Como posso seguir em frente se eu não faço ideia da direção e o que tem à minha volta? É muito arriscado. Eu sinto que não tenho tempo e esse tic-tac não sai da minha cabeça. Por isso preciso me fechar pra balanço e me reorganizar.

Se essa falta de tempo e correria me assombrarem pra sempre, que pelo menos eu invista o meu tempo e a minha energia de forma consciente. É por isso que busco por entendimento, pra fazer valer o meu tempo e considerar o que eu quero. Afinal, estou procurando e correndo atrás do vai saber lá o que de anos atrás.

Eu preciso me fechar pra balanço e me permitir repensar muitos conceitos dos quais eu já tenho definido como certos. É importante questionar a forma como vejo a vida e como lido com os perregues diários. Não que eu procure por certo ou errado, não acredito em verdade absoluta, mas cansei desse olhar acostumado mesmo quando a vida chama.

Tem poesia em me fechar pra balanço. Saber mais de mim mesma e como posso melhorar. É bom parar um pouco, fazer um rápido pit-stop pra reabastecer e seguir em frente. É bom abrir espaço para decifrar o que me motiva, o que me dá coragem de sair da cama todas as manhãs, o que me faz continuar mesmo quando quero desistir. É necessário saber de mim mesma.

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

1 comment on “Eu preciso me fechar pra balanço”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *