Eu quero ser feliz, mesmo depois de toda aquela bagunça que quase me esmagou. Eu quero me sentir bem comigo mesma e com todas as escolhas que eu fiz, mesmo que algumas tenham sido meio tortas. Eu quero batalhar todos os dias pra encarar a vida com um olhar mais suave e positivo, mesmo que isso seja um pouco contraditório. Sabe como é, eu quero transformar a minha intensidade em poesia.

É que cuidar de mim mesma nunca vai deixar de fazer sentido, entende? O que não faz sentido algum é continuar permitindo o passado me perseguir. Não tem nada de errado de onde eu vim, o que eu enfrentei e quem eu sou – só um eterno caso de amor e ódio por quem eu ainda quero ser. Mas ainda dá tempo, todos os dias eu tenho uma nova oportunidade e por isso eu sigo em frente.

Eu quero ser feliz, mesmo depois de quase acreditar que eu não merecia. Eu quero me sentir bem comigo mesma e com a forma que eu encaro os dias, mesmo que eu seja um pouco escandalosa e fale sem parar. Eu quero batalhar todos os dias pra enfrentar a vida de forma simples e direta, sem dar espaço para tragédias o tempo inteiro. Sabe como é, eu quero transformar o meu drama em poesia.

É que se tem alguma coisa que a minha poesia me ensina todos os dias é a me amar. Já senti muito e tanto e sempre, que agora eu tento ser mais serena, mais de boa, mais centrada. Já senti toda a intensidade de batalhas não tão bem escolhidas, palavras não tão bem colocadas e sentimentos não tão bem demonstrados, que agora tudo o que me resta é me amar e fazer valer quem eu me tornei.

Eu quero ser feliz, mesmo depois do que aconteceu. Eu quero me sentir bem comigo mesma e com tudo o que isso representa, mesmo que isso exija mais de mim. Eu quero batalhar todos os dias pra viver de forma plena, leve e alegre. Finalmente percebi que o que passou já não tem importância, mesmo que ainda machuque. Sabe como é, estou pronta pra transformar tudo o que sinto em poesia.

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

20 comments on “Eu quero ser feliz”

  1. Que texto inspirador. Amei a foto que você escolheu para ilustrá-lo, pois transpassa muita alegria. Eu vivo me lembrando que todos temos momentos tristes que nos fazem querer desistir, mas a vida É MUITO MAIS QUE ISSO, e temos que tentar encontrar felicidade nas pequenas coisas, perdoar e seguir em frente :) como você disse, vamos “transformar tudo o que sinto em poesia” <3

  2. Gostei bastante de seu texto! Me pareceu um desabafo real. Comungo desse querer que você expõe, ser feliz independente de qualquer coisa e fazer o que realmente queira fazer. Estou bem nessa vibe ultimamente!!! Beijoos

  3. Me identifiquei muito com esse texto, é tão ruim não se achar merecedora de ser feliz, pelo menos eu já me senti assim por muitos anos da minha vida.
    Hoje meus pensamentos são outros, seu que mereço ser feliz 😍

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *