Já pensou que louco se amanhã eu acordasse animada pra colocar tudo em dia? Tudo mesmo, da vida até a alma. Eu ia levantar num baita bom humor e ia deixar de lado tudo o que não me agrega mais. E antes mesmo de tomar o meu café sagrado, eu estaria pronta para deixar pra trás qualquer tipo de negatividade. Eu cortaria abusos e desrespeitos e manteria somente o que é bom e leve. Já pensou que louco se eu fosse forte o suficiente para cuidar de mim mesma?

Já pensou que louco se amanhã eu acordasse querendo resolver tudo o que há tempos eu empurro pra baixo do tapete? Em uma manhã eu resolveria anos de assuntos inacabados, antes mesmo de arrumar o meu cabelo pra ir trabalhar. Em pouco tempo eu tiraria um peso morto dos ombros e perderia os quilos que sempre faltam perder. Assim eu conseguiria deletar o que ou quem não faz mais sentido. Sem medo, eu seguiria em frente ou escolheria outro caminho. Já pensou que louco se eu conseguisse finalmente me desprender daquilo que eu nunca dei autorização para me prender?

Fonte: We Heart It
Fonte: We Heart It

Já pensou que louco se amanhã eu acordasse e finalmente tivesse aprendido a respeitar os meus limites e falhas? Eu ia levantar e, pela primeira vez na vida, conseguiria olhar para mim mesma e reconhecer toda a minha trajetória. E antes de colocar a roupa pra ir trabalhar, eu estaria orgulhosa pelas minhas escolhas e do quão longe cheguei. Já pensou que louco se eu conseguisse aprender com os meus erros, em vez de me torturar por eles?

Já pensou que louco se amanhã eu acordasse pronta pra não  me importar mais com quem não faz o mesmo por mim? Mesmo que seja da família. Mesmo que seja amigo de longa data. Mesmo que doa um pouquinho. Eu começaria o dia cortando relações e pararia de investir meu tempo e energia em pessoas que não tem nada para dar. E como se fosse fácil, eu iria excluir pessoas superficiais e toda a falta de reciprocidade que incansavelmente eu espero. Já pensou que louco se eu conseguisse, de uma vez por todas, me rodear somente de gente do bem?

Já pensou que louco se amanhã eu terminasse o meu dia de bem comigo mesma? Eu deixaria o dia terminar levemente e trocaria a sensação de dever cumprido pela sensação de que fiz o meu melhor. Independe de quantos itens da minha lista eu completo. Independe de quanto ainda falta fazer. Independe de quem eu fui ou de quem um dia eu vou ser. Já pensou que louco se eu conseguisse dormir em paz comigo mesma?

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

16 comments on “Já pensou que louco?”

  1. Por mais que as vezes eu acorde do avesso sem ânimo, eu tento me sentir melhor e de algum jeito acender uma faísca para me animar. Graças a Deus tenho me amado mais, me encontrado mais nas coisas que eu faço, e isso me ajuda a acordar mais disposta. Ainda tem coisas que eu quero mudar para me sentir verdadeiramente completa. Mas é a vida né? Texto maravilhoso <3

  2. Você é sensacional. A cada texto, a cada visitada nas suas verdades escritas eu vejo o quanto cresce.
    Texto incrível. Só você mesmo para arrancar tantas sensações da gente, nos dar essas verdades agridoces. Que alfinetam e motivam.
    MARAVILHOSA
    beijos

    • AIII Beca, para que se nao eu acredito! HAHAHAHAHA Obrigada pelo apoio. Acredita que eu mesma me sinto assim? Crescendo e me desenvolvendo com o blog? Talvez seja o que me motiva a continuar com meus devaneios por aqui. Obrigada pelo carinho. Beijo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *