Não deixa chegar naquela hora, ok? Quando o arrependimento já te corroeu e não dá mais pra resolver. Ou quando você já está machucado demais e sabe que o meu curativo não vai fazer diferença. Não seja tão clichê assim pra querer sentir uma saudade amarga em vez de uma presença constante. Eu quero fugir disso tudo, de coisas clichês, previsíveis e tediosas.

É que eu mereço mais, sabe? Mais do que me esconder atrás de um muro de orgulho sem sentido. Mais do que me diminuir pra caber no espaço que você me oferece. Eu realmente quero segurar a tua mão pra nunca mais soltar – e nada disso deveria ser novidade. Você sempre soube que eu sou tudo ou nada.

É feio isso, sabe? Todo esse comportamento inconsequente desgastando a nossa história. Eu ando por aqui, fazendo a minha parte e o melhor por nós dois. Onde você está? Não espere eu ir embora pra tentar fazer o certo, porque eu não vou estar lá pra perceber. Sempre achei que todo dia era dia pra fazer o que é certo. Não deveria ser simples assim?

Então não deixa chegar naquele ponto onde você tem que implorar. Irônico, achei que você não queria mais drama. Então o que é isso tudo? O que é esse teu olhar cansado, a conversa acostumada e o toque sem energia? É clichê demais isso de dar valor quando perde. Mais clichê ainda ficar medindo força, nessa batalha de ego que só faz machucar.

Não deixa chegar naquela hora, ok? Quando a incerteza vira morada. Eu sei como é ser a pessoa do outro lado da dor. Não tente me machucar pra somente depois perceber que não consegue suportar o vazio da sua vida sem mim. Não deixe chegar naquela hora em que você me deixa ir só pra perceber o quanto vai sentir a minha falta.  Essa hora não tem volta.

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

6 comments on “Não deixa chegar naquela hora, ok?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *