Veja que tola eu sou, acordo querendo ser amada, e ainda assim não quero dar amor pra ninguém. Sabe como é, acabo fazendo de tudo um pouco pra me afastar daqueles que eu considero. Que tola eu sou, acreditei que demonstrar sentimento era sinal de fraqueza. E ainda assim, segui certa de que estar vulnerável não era bom e que rejeição significava ter algo errado comigo. E cá estou, continuo querendo um amor real, mesmo quando eu não sou verdadeira nem comigo mesma.

Veja que tola eu sou, acordo querendo honestidade, e ainda assim continuo nadando em um mar de desculpas que afogam todos os meus planos e vontades. Eu mesma me saboto. Volta e sempre encontro razões para não ser honesta. Eu mesma me engano. E quando os honestos me procuram eu acabo me sentindo suja por mentir. Veja que tola eu sou, acreditei que somente eu não era verdadeira.

Veja que tola eu sou, acordo querendo felicidade, e ainda me agarro ao que me machuca. E por causa disso me permito ficar amarga e ressentida. Continuo sendo o que esperam que eu seja, porque me ensinaram que assim eu conquistaria respeito e espaço. Só esqueceram de avisar que o vazio da alma se tornaria pesado demais. Eu sou tola porque achei que esta seria a única maneira de fazer as pessoas pararem de passar por cima de mim. Acreditei que eu devia sempre me destacar e me fazer ouvir, mesmo que com isso eu perdesse a minha voz pelo caminho.

Fonte: We Heart It
Fonte: We Heart It

Veja que tola eu sou, acordo querendo me amar, e ainda assim continuo sendo dura demais comigo mesma. Nunca sinto que está bom o suficiente e volta e meia eu preciso de mais. Eu sou tola porque levo para casa as minhas falhas, em vez do meu sucesso. Tola também por não conseguir lidar com a minha imagem no espelho. Talvez seja por isso que eu esteja procurando pela aceitação alheia – mesmo que eu mesma ainda não tenha me aceitado.

Veja que tola eu sou, acordo todos os dias me contradizendo. Não estou plena, não me sinto consciente. Estou sempre em guerra comigo mesma, e ainda assim clamo por paz. Será que me acostumei com a maneira caótica de viver e por isso busco inconscientemente pelo caos? Volta e meia eu me sinto condenada, e ainda assim sigo em frente rodeada por falsos sentimentos. Sabe como é, eu me perco quando eu nao me amo. E cada dia que me perco, é um dia a menos que eu vivo. Veja que tola eu sou, pensei que essa tolice era só minha.

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

10 comments on “Que tola eu sou”

  1. Caralho, Rebeca.
    Perdoe os modos, é tudo que eu consegui dizer depois de me ler em cada palavra e deixar escapar algumas lágrimas. Dramática demais? Talvez. Mas é difícil se ver assim, você pode imaginar, não é?
    Reli outra vez. Porque dói um pouco, mas cicatriza mais rápido.
    Que tola que eu sou.
    Obrigada por isso.
    Estava mesmo precisando.
    Você é fan tás ti ca.

    PS: você sabe que eu dou uma sumida, mas que sempre volto, não é?

    • Oii Beca! Cara, fiquei emocionada de verdade com seu coments! Obrigada mesmo. Eu fico feliz que os tapas na cara que eu levo da vida tambem sao alguns que se aplicam para outras pessoas. Acaba sendo “reconfortanete” voce sentir que nao é so com voce sabe? OBRIGADA pelo carinho. Beijo

  2. Sem dúvida alguma, consegui me sentir uma tola por me encaixar em cada frase, trecho, palavra .. Veja que tola eu sou, me peguei lendo um texto simples mas que talvez tenha aberto meus olhos e me feito ler coisas que eu mesma não admitiria ! Incrível texto, parabéns !

  3. Quem nunca? A gente se sabota, quer felicidade mas faz o contrário para ser feliz, como se acordássemos na manhã seguinte e estivesse tudo bem. Mas não vai estar, não é assim, a vida é mais complicada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *