Tag: Cotidiano

Eu não quero ser intensa

Eu não quero ser intensa. Juro. Se fosse por escolha eu seria pós graduada em deboísmo. Eu levaria a vida tão numa boa que eu nem precisaria escrever sobre ser muito ou sentir muito ou tentar muito. Sério, eu não queria reagir tanto quando a vida bate. E acima de tudo, eu queria reagir de forma mais racional quando tenho que encarar o que sinto. (mais…)

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

Como eu faço pra achar a minha voz?

Como eu faço pra achar a minha voz? Sério, eu sinto que estou gritando mas ninguém consegue me ouvir. Eu faço tanta força pra falar nessa multidão que parece que não tem lugar pra mim. Vai ver é isso, não tem lugar nenhum e eu continuo me esmagando aqui só porque ‘se tá cheio tá bom’. Eu e essa minha mania de tentar me encaixar onde não devo só porque devo.

(mais…)

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

Já passou da hora de cuidar de mim

Já passou da hora de cuidar de mim. Então eu vou tratar bem o meu coração e parar de ser tão dura comigo mesma. Mania chata essa de colocar qualquer um lá dentro e tratar todos como prioridade. Coisa chata isso de entupir o meu coração de pessoas erradas e decepções previsíveis. Por isso vou cuidar do meu coração e seguir o meu caminho em uma batida agradável. (mais…)

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

Eu quero te mandar uma mensagem

Eu quero te mandar uma mensagem, mesmo sabendo que isso contradiz tudo o que venho dizendo. Desde quando eu desvio do que digo? Tem feito sentido comemorar os dias em que eu não sei de você. Não que eu fique feliz, mas é uma maneira de retomar o controle da minha vida. Sabe como é, concordamos que não temos espaço e seguimos em frente. (mais…)

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

Você acabou com a minha playlist

Eu tenho essa mania de tentar deixar a vida organizada através de playlists. Sou daquelas que paga feliz o Spotify, porque super vale a pena. Sabe como é, músicas e momentos guardadas em um único lugar. Eu estava em uma fase boa, com uma playlist animada e cheia de músicas embalando o meu momento de amor próprio, até você chegar.

(mais…)

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

Você mexeu com a minha poesia

Você mexeu com a minha poesia. E eu não consigo explicar de uma forma diferente. Se me perguntarem, prefiro não responder. É sutil demais pra colocar em palavras, sabe? Eu estava lá, de boa, achando que cuidava da minha vida sem ninguém me notar, e eu te vi. Ou você me viu. Não sei quem viu quem, mas bateu né? (mais…)

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

Eu só quero tomar um café com você

Eu só quero tomar um café com você. Então relaxa, porque isso não significa nada, ok? Só estou querendo papear enquanto o café esfria. Eu topo a nossa conversa de elevador porque mesmo que seja sem sentido você me faz sorrir. Só estou querendo deixar os teus olhos caírem em mim enquanto eu tomo coragem líquida pra encarar o meu dia, pode ser? (mais…)

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

Você me quebrou, sabia?

Você me quebrou, sabia? E agora ficou toda essa bagunça pra eu resolver. Nem sei por onde começar. Tem pedaços meus espalhados pela casa junto com o seu perfume. Se eu ficar quieta ainda consigo ouvir o som da sua voz e o barulho do meu coração quebrando. Não faz sentido ajoelhar e me cortar com os meus próprios pedaços. E ainda assim, cá estou. Então me diz, onde você está se não aqui? (mais…)

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.