Tag: Vida

Depois eu volto

Depois eu volto, mas por enquanto me deixe quieta. Não vou fazer drama, dizer que tudo está bagunçado e que nem sei pra onde estou indo porque não é verdade. Isso pode até ser o que você quer ouvir, só pra você conseguir me salvar, sabe? Mas eu não sou mais uma garotinha procurando por salvação. Está tudo bem, eu sei onde estou e pra onde vou. (mais…)

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

Encerramento para os dramas

Sempre busquei por encerramento para os dramas que a vida me trazia. Não importava se fosse um coração partido, uma expectativa frustrada, uma falha sincera ou um ranço qualquereu sempre procurei achar um encerramento pra cada pensamento avulso que passava pela minha mente, como um filtro ou exercício de consciência. (mais…)

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

Tem só um detalhe

Parece que você está querendo ser o próximo a entrar aqui, nesse drama que eu chamo de vida. Acho legal isso de você ter reparado em mim, mas antes que a gente se esbarre para o lanche no final da balada, antes que a gente pense que somos diferentes dos outros casais bêbados nessa festa estranha com gente esquisita, tem só um detalhe que você precisa saber: eu não sou tudo isso. (mais…)

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

Eu quero fazer as pazes com o tempo

Eu quero fazer as pazes com o tempo. E para isso preciso assumir essa falta de controle – aquela que eu sempre achei que tinha. Como assim eu não tenho controle algum? Quem disse? Como alguém super acelerada e que não sabe parar, pode fazer as pazes com o tempo? Talvez eu tenha que colocar isso na minha to-do-list. (mais…)

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

Você não conhece todas as minhas versões

Você não conhece todas as minhas versões. E tudo bem, acredito que temos inúmeras versões de nós mesmos e usamos cada uma conforme necessário. Muitas vezes nem sabemos qual de todas as nossas facetas vai reagir quando a vida bate. E seguimos oscilando com milhões de possibilidades entre o que já sabemos e o que ainda vamos aprender. (mais…)

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

Ok, eu ainda penso em você

Ok, eu ainda penso em você. Que seja, sou dessas de me esconder atrás do orgulho, mas preciso admitir que o meu ego sente a tua falta. É que a tua atenção me fazia bem, sabe? Não é como se você tivesse muito a me oferecer, passei dessa fase de esperar qualquer coisa de qualquer um, mas também não fico me torturando por tudo que poderia ter sido e não foi. Eu tô por mim agora. E está tudo bem, não é? (mais…)

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

Eu curto isso de recomeçar

Eu curto isso de recomeçar, de sempre ter mais chances do que normalmente eu me daria. Sabe como é, começar de novo é uma inesgotável fonte de oportunidades. Recomeço é clareza para eu acreditar que nem sempre é comigo, para eu diminuir o meu ego e ver o que está na minha frente pra ser visto, para eu entender que, de qualquer jeito, está tudo bem também. (mais…)

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

Eu não quero acreditar na minha intuição

Eu não quero acreditar na minha intuição. Sabe aquele sentimento que te grita pra sair correndo ou ficar? Exato, o meu sexto sentido me diz que isso é uma cilada e que daqui eu não vou chegar à lugar algum. E aí, eu faço o quê? Não que eu esteja procurando um motivo pra ir embora, mas também não tem motivo pra ficar ou me apegar no talvez. (mais…)

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.