Parece que você está querendo ser o próximo a entrar aqui, nesse drama que eu chamo de vida. Acho legal isso de você ter reparado em mim, mas antes que a gente se esbarre para o lanche no final da balada, antes que a gente pense que somos diferentes dos outros casais bêbados nessa festa estranha com gente esquisita, tem só um detalhe que você precisa saber: eu não sou tudo isso.

Muito é maquiagem, a outra parte é um discurso sem sentido vindo de uma mente bagunçada e uma alma perdida. Não, ainda não fiz as pazes comigo mesma, e sim, uso a ironia pra me defender. Acho legal o lanche, o teu papo e como você sorri e meio que pisca os olhos ao mesmo tempo, tem só um detalhe que você precisa saber: eu não sei demonstrar o que eu realmente sinto.

Eu sei que eu pareço causar com os contatinhos (da mãe e pizzaria), tenho cara de que ninguém mexe comigo porque sou inabalável, meu café é preto e amargo pra combinar com a alma, tenho resposta pra tudo, mas uso memes pra responder quando não estou afim, desapareço e depois volto como se não fosse nada. Acho legal isso de você respeitar o meu espaço pessoal, tem só um detalhe que você precisa saber: eu não sei parar.

Muito de mim é esse vício por controlar tudo. O resto é esse vício por exagerar o que me acontece. E se eu aumentar nós dois? E se eu aumentar o que acontece só porque eu vivo mais dentro da minha mente do que aqui, nesse food truck com você? Acho legal isso de você ouvir e dar risada dos meus dramas, gosto da tua atenção, tem só um detalhe que você precisa saber: a forma como eu sinto é realmente intensa assim.

Então, na maior parte do tempo, eu sigo em frente oscilando entre o quão real é o mundo que criei em mim e o quanto eu posso me afastar do mundo real só por não estar feliz com o que vejo. O quanto de nós dois é real? O quanto está acontecendo ou vai acontecer? Acho legal o teu interesse em mim, só tem um detalhe que você precisa saber: a minha bagunça vai te assustar.

E tudo bem – já fiz as pazes com esse entra e sai de gente. A vida é isso, encontros e desencontros com ou sem lanche que te levam ou não para um bom fim de noite. Acho legal toda essa química que rolou entre a gente e como você conseguiu manter um diálogo por mais tempo que o lanche, tem só um detalhe que você precisa saber: eu vou enlouquecer com todas as interpretações possíveis de nós dois.

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

10 comments on “Tem só um detalhe”

  1. AMIGA
    sério
    eu sei que eu sempre digo isso,
    mas esse texto PUTA QUE PARIU
    eu to quase pegando o link e mandando para o cara que eu to vendo assim, despretensiosamente.
    “Eu sigo em frente oscilando entre o quão real é o mundo que criei em mim”, tão eu. Na verdade esse texto parece ter saído de mim integralmente.
    Você é foda p caralho, pelo amor de deus continue nos escrevendo em suas linhas porque eu amo sempre me enxergar por aqui <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *