Você não faz ideia, não é? Do quanto eu penso em você e do quanto você rouba a minha paz. Eu sei, parece louco e quase sem sentido, e talvez eu tenha inventado uma versão sua completamente diferente da realidade, mas o que posso fazer se você é mais importante do que eu gostaria de admitir? Mesmo sem saber eu te tenho como escape, e não importa como, eu sei que sempre vou encontrar abrigo.

Como posso te dar essa ideia sem assustar ou te fazer correr? Como posso chegar em você, depois de tudo, pra te fazer entender como eu te construí na minha imaginação e pedir pra você seguir o meu ritmo insano controlado por uma mente bagunçada? Eu sei, parece errado e um pouco hipócrita da minha parte, mas mesmo sem saber você me deu mais do que um dia eu poderia pedir.

Eu sei que você faz ideia do quanto você consegue o que quer de mim, do quanto eu abro espaço onde não tem pra você, do quanto você me entende e do quanto a gente imagina como seria esse tal de nós dois. Disso eu sei que você faz ideia, mas de todo o resto não. Você não faz ideia da importância que eu te dou – nunca foi só massagem no ego. Como posso te dizer que te faço fuga e abrigo quando não te ofereço nada em troca?

Você não faz ideia, não é? Do quanto eu tento não falar contigo, do quanto corro na direção contrária só de pensar em esbarrar com você na rua, do quanto pensar em você me faz sorrir, do quanto eu quero saber o que você não me diz, do quanto quero a tua atenção, do quanto cada música me faz pensar em uma realidade alternativa diferente – mas todas envolvendo nós dois.

Como posso te dar essa ideia sem assustar ou te fazer correr? Nem sei. Já quis chegar em você e abrir o jogo, pra você me ver como eu realmente sou, ou talvez, pra eu te ver como você realmente é pela primeira vez, e entregar para o universo resolver o que não tem solução. Até porque eu já tentei finalizar essa pendência entre nós dois e falhei todas as vezes – aqui estou. Enquanto você não faz ideia, eu faço, e muita.

Você não faz ideia e nem nunca vai fazer, não é? Sempre achei que a verdade era suficiente pra resolver qualquer coisa, mas acredito que o que não dizemos tem um papel importante também. É que entre nós dois tudo fica subentendido. Por isso não acho que tem nada para o universo resolver. Sabe como é, eu só estou cheia de ideias, com uma saudade pelo que nunca aconteceu e ainda assim querendo a minha paz de volta. Devolve?

Aquela que fez da escrita o próprio divã. Crítica da vida alheia nas horas vagas. Curte um bom texto, vinho e jogar conversa fora. É viciada em paçoca e risadas. Tem coração bobo, cabelo pintado e desastres acumulados na cozinha. Atualmente mora em Sydney – Austrália.

4 comments on “Você não faz ideia, não é?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *