O que se faz com essa mania de generalização, heim!? Alguém estabeleceu que homem não é delicado e pronto. Oi? Não vem bancar o macho-alpha pra cima de mim não. Acredito que os homens devem sim ter seus momentos fofos sem se importar com o que vai parecer. Quem não conhece o elemento fofura, tampouco conhecerá uma longa explicação. Eu ouvi um aleluia irmãos?

Vamos combinar então de parar com essa mania terrível de se preocupar com o que os outros vão pensar – e isso vale inclusive pra essa que vos fala. Deixa de canto esse discurso ridículo de “homem não chora”. Não importa quanta testosterona você tenha circulando no seu corpinho musculoso, em algum dia da sua vida você vai chorar – nem que seja quando o seu time for rebaixado. (O que é meigo, por sinal).

A favor de homens fofos

É isso mesmo, mais dia menos dia você vai se descobrir fazendo coisas delicadas. E quer saber? Tá tudo bem. Vou contar um segredo, não é porque você tem um certo volume entre as pernas que você não pode ser sutil. Tem tanto carinha por aí que é delicado e pega muito mais mulher que você. E também tem vários caras que são suuuuper másculos, mas na realidade são gays convictos. Ou seja, delicadeza nada tem a ver com a sua masculinidade ou sexualidade – os ursos da cultura gay que o digam.

Então irmãos, saibam que homens não são feitos apenas de força. Claro que ela é muito bem valorizada pra abrir um pote de conserva e tem lá suas utilidades, mas não é tudo. E saibam que mulheres se encantam num lance delicado, cai bem. E é bom poder ter as duas coisas, ter opções. Então seria ótimo se você souber variar. Use sua sutileza pra dar uma equilibrada na sua pegada de macho – se é que eu posso dizer isso.

A questão é: seja homem o suficiente pra ser delicado.